Metávoli PUBLICIDADE Serviços UNEDI Rodrigo Paulino

Como Gerenciar Mudanças?

Sam Walton, o fundador da maior rede de varejo do mundo, a Walmart, compartilhou alguns dos seus segredos para gerenciar a resistência nas organizações, e criar uma cultura organizacional alinhada com as expectativas dos clientes, dos funcionários e dos acionistas. Em seu livro escrito em 1992 (um ano antes de falecer), ele deixou um recado importante para quem tiver o desafio de
gerenciar as mudanças:

“Podemos vencer muitas adversidades, mas isso exige a superação de uma das
forças mais poderosas da natureza humana: A RESISTÊNCIA A MUDANÇA. ” 

Impossível falar de mudanças, sem tocar no termo PARADIGMA. Portanto vamos entender melhor o significado dessa palavra bastante usada em diversas situações.
    PARADIGMA: Do grego PARADÉIGMAè Literalmente significa “Modelo”, é algo que serve como referência ou modelo a ser seguido, sendo esse positivo ou negativo, portanto podemos afirmar que toda mudança se inicia com a quebra de um paradigma e essa mudança segue algumas reações comportamentais conforme abaixo.

Estes estados da reação comportamental podem ser descritos como segue:


Choque: Silêncio, Consentimento Aparente, Não consegue se relacionar ou discutir a mudança;
Negação: A informação é ignorada, Reuniões e prazos são ignorados, Nenhuma informação é solicitada, Planejamentos de longo prazo ainda baseados no modelo antigo;
Raiva: Frustração, Reações agressivas, Explosões emocionais, Punhalada pelas costas, Silêncio que pode disfarçar oposição e discordância;
Barganha: Negociar a adesão as mudanças em troca de benefícios, Justificativas para não implementar partes das mudança, Usar carga de trabalhos e demais desculpas para evitar a mudança, pedir extensão de prazos e mais recursos; Adaptação: As pessoas retomam aos poucos o senso de controle
Teste: Definir alguns prazos para os testes, Avaliar os impactos da mudança, Depurar a mudança;
Aceitação: Finalização dos problemas iniciais com a mudança, Desempenho com produtividade e qualidade ao usar a mudança, interesse na melhoria contínua da mudança. 


Veja no seu dia-a-dia como as pessoas estão se comportando diante da mudança para entender melhor em qual fase da reação elas estão, e como adaptar seu comportamento para ser um facilitador no processo de mudança. Para algumas pessoas, esse processo pode ser mais rápido ou mais demorado. Alguns dos estados descritos podem não aparecer claramente em algumas pessoas e até não existir. Cada ser humano reage de uma forma diferente diante da mudança, portanto, este modelo não deve ser entendido como uma realidade absoluta.

www.metavoli.com.br

Share

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Seja o primeiro a comentar!