Vacina Contra Dengue – Centro De Vacinas Uberlândia

DENGUE

Doença infecciosa de grande impacto na saúde coletiva, a dengue é registrada na maioria dos países das regiões tropicais e subtropicais. Estima-se que ocorram anualmente cerca de 100 milhões de episódios da doença em todo o mundo, levando a internações e óbitos. Os surtos, que muitas vezes surgem de forma imprevisível, têm o potencial de sobrecarregar os sistemas público e privado de saúde.

Só no Brasil, de janeiro até o início de julho de 2016, foram contabilizados quase 1,4 milhão de casos prováveis de dengue. A região Sudeste concentrou a maioria (59,8%), seguida das regiões Nordeste(21,1%), Centro-Oeste (11%), Sul (5,5%) e Norte (2,6%). No período, foram confirmados 639 casos de dengue grave, 6.253 casos de dengue com sinais de alarme (que podem evoluir para formas graves, como a hemorrágica) e foram confirmados 419 óbitos.

A doença apresenta período de incubação de quatro a dez dias (média de cinco a seis dias). A infecção pode ser assintomática ou causar um amplo espectro de quadros clínicos, desde formas pouco sintomáticas até quadros graves, com ou sem hemorragia.

Normalmente, o primeiro sintoma é a febre alta (39° a 40°C) de início súbito, durando de dois a sete dias, podendo ser acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e prurido cutâneo. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Nessa fase inicial, pode ser difícil diferenciá-la de outras doenças febris.

Geralmente, entre o terceiro e o sétimo dia da doença, ocorre uma diminuição ou desaparecimento da febre e alguns casos evoluem para a recuperação e cura; outros, porém, podem apresentar sinais de alarme, evoluindo para as formas graves da doença.

Os principais sinais e sintomas são: dor abdominal intensa e contínua, vômito persistente, sangramento de mucosas (nariz, gengivas), hipotensão, letargia, sonolência ou irritabilidade e tontura. Na presença destes sinais, procurar atendimento médico é extremamente importante.

Não existem medicamentos específicos para combater o vírus. O tratamento visa ao controle dos sintomas e estabilização do paciente.

Aedes Aegypti 

Transmissão: Quando uma fêmea do mosquito Aedes aegypti pica uma pessoa infectada, o vírus da dengue que circula no sangue é ingerido, infecta o

mosquito e pode ser transmitido para outras pessoas que forem picadas. O mosquito contaminado é capaz de disseminar a doença durante todo seu ciclo de vida (cerca de seis a oito semanas).Casos de transmissão vertical (da gestante para o feto) e por

transfusão sanguínea já foram registrados.

 

Vacinas disponíveis:

Dengue

DENGVAXIA®

Sanofi-Aventis Farmacêutica Ltda. vacina dengue 1, 2, 3 e 4 (recombinante e atenuada)

 

  1. INDICAÇÕES

A Dengvaxia® (vacina dengue 1, 2, 3 e 4 (recombinante e atenuada)) é indicada para a

prevenção da dengue causada pelos sorotipos 1, 2, 3 e 4 do vírus da dengue em indivíduos dos 9 aos 45 anos de idade que moram em áreas endêmicas.

RESULTADOS DE EFICÁCIA

 

Imunogenicidade:

Os dados de imunogenicidade foram coletados em um total de aproximadamente 3.104 indivíduos dos 9 aos 45 anos de idade de áreas endêmicas e que receberam pelo menos uma injeção da formulação final de Dengvaxia®, de acordo com o esquema de vacinação preconizado, em 10 estudos clínicos randomizados, cegos para o observador e controlados por placebo de Fase II a Fase III. A maioria dos indivíduos tinham entre 9 e 17 anos de idade (n = 2.810).

Os dados de imunogenicidade apresentados correspondem aos títulos de anticorpos neutralizantes para cada sorotipo, medidos com o teste de neutralização por redução de placas (PRNT). Os resultados são apresentados como média geométrica dos títulos (MGTs), expressos em recíproca das diluições (1/dil), e são medidos no início do estudo e 28 dias após a terceira injeção de Dengvaxia®.

Os dados de MGTs dos indivíduos entre 18 e 45 anos de idade incluídos nos estudos de segurança e imunogenicidade de Fase II realizados em áreas endêmicas (CYD22, CYD28 e CYD47) e dos indivíduos entre 9 e 17 anos de idade incluídos nos 3 estudos de eficácia (o estudo de eficácia de Fase IIb, CYD23, e os dois estudos de eficácia em larga escala de Fase III, CYD14 e CYD15) são apresentados por estudo e região nas Tabela 1 e Tabela 2. Estudos prospectivos específicos de surtos não foram realizados com

A Dengvaxia® contém vírus atenuados. Após a administração, o vírus se replica localmente e induz anticorpos neutralizantes e respostas imunológicas mediadas por células contra os quatro sorotipos do vírus da dengue

CONTRAINDICAÇÕES

Este medicamento é contraindicado para indivíduos com história de reação alérgica grave a qualquer componente da Dengvaxia® ou que tenham apresentado reação alérgica grave após a administração prévia da Dengvaxia® ou de vacinas que contenham os mesmos componentes.

A administração deste medicamento deve ser adiada nos indivíduos que apresentem doença aguda ou doença febril moderada a grave.

Este medicamento é contraindicado para uso por indivíduos com deficiência imunológica congênita ou adquirida que comprometa a imunidade mediada por célula, incluindo leucemia, linfoma ou outra doença neoplásica maligna que afete a medula óssea ou sistema linfático e/ou pessoas que recebam terapias imunossupressoras, como radioterapia, quimioterapia ou doses elevadas de corticosteróides sistêmicos por 2 semanas ou mais.

Este medicamento é contraindicado para uso por indivíduos com infecção por HIV sintomática, ou com infecção por HIV assintomática quando acompanhada de evidências de função imunológica comprometida.

Este medicamento é contraindicado para uso por mulheres grávidas.

Este medicamento é contraindicado para uso por mulheres que estão amamentando.

ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES

 

Como ocorre com qualquer vacina, a vacinação com a Dengvaxia® pode não proteger 100% dos indivíduos vacinados.

Recomenda-se continuar as medidas de proteção contra as picadas do mosquito após a vacinação.

Em indivíduos com história de reações graves ou severas nas 48 horas seguintes à administração prévia da Dengvaxia® ou de uma vacina com componentes semelhantes, os riscos e os benefícios da administração da Dengvaxia® devem ser cuidadosamente considerados.

 

Gravidez

A gravidez constitui uma contraindicação.

As mulheres em idade fértil devem evitar ficar grávidas por 4 semanas após o recebimento de qualquer injeção de Dengvaxia®.

Este medicamento não deve ser utilizado em mulheres grávidas.

 

 Lactação

Dengvaxia® é contraindicada para mulheres que estão amamentando.

Não se sabe se a Dengvaxia® é excretada no leite humano. O efeito em bebês amamentados por mulheres vacinadas com Dengvaxia® ainda não foi estudado.

Os estudos em animais não indicam quaisquer efeitos prejudiciais diretos ou indiretos com relação à lactação.

 Fertilidade

 

Vacinação primária

O esquema de vacinação primária consiste de 3 injeções de uma dose reconstituída (0,5mL) a ser administrada em intervalos de 6 meses.

 

População pediátrica

A dose e esquema de vacinação são as mesmas para a população adulta e pediátrica.

A Dengvaxia® não deve ser administrada em indivíduos menores de 9 anos de idade, uma vez que os dados clínicos disponíveis não são suficientes para concluir sobre o benefício/risco da vacinação com Dengvaxia® nesta população.

 

Dose de reforço

A necessidade de dose de reforço após a imunização primária com a Dengvaxia® ainda não foi estabelecida.Em indivíduos dos 9 aos 60 anos de idade, as reações adversas (RAs) relatadas mais frequentemente após qualquer injeção de Dengvaxia® foram dor de cabeça, dor no local da injeção, mal-estar e mialgia.

As reações adversas foram geralmente de leves a moderada em gravidade e de curta duração (0 a 3 dias). O início foi tipicamente observado de 0 a 3 dias após a injeção de Dengvaxia®, exceto para a febre, que apareceu dentro de 14 dias após a injeção.

As reações adversas sistêmicas tendem a ser menos frequentes após a segunda e a terceira injeções de Dengvaxia® em comparação com a primeira injeção.

Centro de Vacinas Uberlândia

 Griff Shopping – 2º piso, Loja 68 e 70 │ (34) 3225 6099
Av. Rondon Pacheco, 2300 – Saraiva / Uberlândia – MG

fernanda@centrodevacinasuberlandia.com.br

Centro de Vacinas Uberlândia

 

Share

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Seja o primeiro a comentar!